Home / EVENTOS / Literatura / POESIA

POESIA

Afastadamente Juntos, por TADANY

Juntos, mas distantes. Unidos por um acordo frágil que erroneamente insiste em manter-se. Um silêncio covarde que nos impede de falar o que pensamos…   Juntos, mas distantes. Unidos por um acordo frágil que erroneamente insiste em manter-se. Um silêncio covarde que nos impede de falar o que pensamos. Lençóis …

Read More »

Buscas, frustrações e revelações, por TADANY

Primeiro pensei que ter dinheiro seria o paraíso Mas não tardei em entender que ele apenas me aprisionava em desnecessários cuidados Depois, acreditei que a fama seria o oráculo de uma exuberante vivência….     Primeiro pensei que ter dinheiro seria o paraíso Mas não tardei em entender que ele …

Read More »

Este Quadro, por TADANY

Existem quadros, pinturas, cores e molduras que aparecem em nossas vidas cujas imagens não são o que desejaríamos, mas que, mesmo assim, nos enquadram. Eis a simbologia deste poema.     Neste quadro, que não me enquadro Me encarcero, me desespero, me desterro Tão bonita moldura, me tortura, que loucura …

Read More »

A Dúvida de uma imaginada Traição, por TADANY

Quando ela chega em casa um pouco mais tarde, com um comportamento distinto, descompromissado e indiferente, ele, acostumado a ser protagonista naquele filme, sente-se um extra e, como resultado, saltam o alarmes da dúvida, da insegurança e seus infindos sentimentos causados pelo medo da traição…     Ele acordou sem …

Read More »

Vem, Quero te Conhecer, por Tadany

O amor, em sua plenitude, vem intenso, carente e honesto e, quando ele aparece, nos resta pedir que ela aceite, que ela venha, que ela abra a porta…delicie-se com esta pérola no vídeo abaixo…     Sobre o autor… TADANY CARGNIN DOS SANTOS Executivo Internacional. Cidadão Global. Palestrante. Poeta. Escritor. …

Read More »

Venturoso, por Tadany

Um poema que descreve o corpo sentindo o cansaço da mesmice, mas também as maravilhas que ele sente com as mudanças da vida.   Os pés estavam cansados de caminhar pelas mesmas ruas O coração estava exausto de amar a mesma deusa Os braços estavam depauperados de abraçar os mesmos …

Read More »

Procurando Contemporâneos, por Tadany

Na caminhada individual, procuramos pessoas que possuam sonhos, ideais, interesses afins e, neste poema, a arte nos revela algumas destas buscas.   Às vezes caminho pelas ruas procurando contemporâneos Sejam eles estrangeiros, sejam eles conterrâneos Mas que tenham peculiares sutilidades As quais se expressam em suas atitudes, suas vontades E …

Read More »

Sempre Presente, por Tadany

No vastidão do universo estão todas as revelações, sentimentos e sensações que se manifestam na microcosmos individual. Uma magia admirável que enobrece a vida. Este poema é um peregrinação pela paisagem do universo, tanto externo quanto interno.   Sombras de pensamentos que me perseguem Morte em vida de uma vida …

Read More »

Gostaria, por Tadany

A poesia abre as portas da imaginação e nos transporta à um mundo que, de outra maneira, quiçá não seria possível, mas que, por ora, nos deleita.   Hoje gostaria de gritar palavras de fogo Afogar-me na infinita fantasia do oceano Apostar tudo num imprevisível jogo Dançar com o eu …

Read More »

Na multidão enxergo rostos, por Tadany

Os rostos que caminham na rua expressam muito, revelam a essência da pessoa, seus pensamentos predominantes e suas sensações mais íntimas, eis que vejo neste poema, os rostos e suas vidas.   Agradecido observo, e ao observar enxergo, na multidão enxergo rostos Alguns tão exuberantes que seu brilho quase cega …

Read More »