Home / #OPINIÃO / O vendaval e livres devaneios por Melina Guterres

O vendaval e livres devaneios por Melina Guterres

Nessa madrugada, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), registrou rajadas de vento de 94,3 km/h em Santa Maria-RS, deixando a cidade sem luz e diversos estragos. Há vários sites de notícias dando informações, fotos e vídeos sobre os fatos, então não vou me prender a eles aqui, e sim ao que ficar mais de 12h sem energia me fez refletir….

 

E nessas tantas horas sem TV, sem internet me perguntei…
E se fossem 30 dias, o que aconteceria?
Talvez desconectados do mundo,
nos conectássemos mais uns aos outros,
as casas ficassem mais cheias de amigos
que as notificações do facebook.
Talvez filosofássemos em praças públicas
e os debates pudessem ser finalizados com um abraço,
os ódios dissipados e
as diferenças minimizadas…
Talvez rasurássemos mais as folhas de um caderno
reescrevendo cartas e
por ter o trabalho de enviá-las
pensássemos duas, três vezes mais antes de nos comunicar.
Talvez nos aprofundássemos mais em leituras de livros,
frequentássemos mais teatros,
museus de arte e
tivéssemos mais trocas que nos conectam a pessoas reais
que seguidores no instagram.
Talvez as notícias fossem melhorassem..
E de repente a energia retornou,
a TV voltou a dar notícias,
as agressões virtuais seguiram…
Assustadoramente me perguntei:
Está a humanidade em extinção?
Será que somos reais ou virtuais?
Será que regredir,
viver a luz de velas,
pudesse nos fazer progredir?
Enfim…
me ocorreu que antes de mais nada,
de que qualquer discurso,
o que falta no mundo é mais contato tátil…
como o de um simples aperto de mãos.

 

 

MELINA GUTERRES

É proprietária e editora do site Rede Sina. Como repórter, é frila da Folha de São Paulo. Já trabalhou também para Estadão, UOL, etc. Como roteirista teve argumento de longa-metragem contemplado no Programa Ibermedia, tem série de ficção infanto-juvenil concorrendo em editais, escreveu e dirigiu curtas de ficção e documentário. Foi Jurada do Rota Festival de Roteiros do Rio de Janeiro e I Festival de Cinema Estudantil – CINEST em Santa Maria-RS. Foi sócia-proprietária da Essence Comunicação – assessoria e marketing.  Em 2017 iniciou curso de interpretação para cinema no Studio Fátima Toledo, assistiu disciplinas sobre questões de gênero na pós-graduação da comunicação e teatro da USP.  É gaúcha de Santa Maria, já morou na Bahia, Pará, Rio e SP. Também é poetisa, blogueira, humanista, ativista social, feminista com orgulho.

Site: http://www.melinaguterres.com/  Fan page: https://www.facebook.com/meguterres

Nessa madrugada, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), registrou rajadas de vento de 94,3 km/h em Santa Maria-RS, deixando a cidade sem luz e diversos estragos. Há vários sites de notícias dando informações, fotos e vídeos sobre os fatos, então não vou me prender a eles aqui, e sim ao…

User Rating: Be the first one !

Comenta aí... :)

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *