Home / #ACONTECE / #RS: Qual será o futuro da cultura em Santa Maria?

#RS: Qual será o futuro da cultura em Santa Maria?

Recentemente a mídia local de Santa Maria-RS, noticiou que o prefeito eleito, Jorge Pozzobom (PSDB) – diferença de apenas 226 votos  em disputa acirrada com o ex-prefeito Valdeci  Oliveira (PT) – deve cortar 10 secretarias das 22 do município, que atualmente possui mais de 260 mil habitantes segundo IBGE.

Santa Maria popularmente conhecida como cidade cultura, foi a primeira do interior do estado do Rio Grande do Sul a possuir uma Universidade Federal (UFSM), também foi uma das primeiras a possuir uma estação ferroviária, aliás, que há anos se fala em revitalização da Estação da Gare.

Foi pelos trens que chegaram os primeiros filmes. Santa Maria foi a segunda cidade do Estado a possuir luz elétrica, fato que contribuiu para o desenvolvimento de uma cultura teatral, cinematográfica e fonográfica. (…) A primeira exibição de um filme na cidade ocorreu em 1889, apenas três anos após a primeira sessão pública de cinema, realizada em Paris. (in  Um cenário de Cinema e Vídeo de Santa Maria)

A cidade também chamada de universitária por concentrar grande número de estudantes em função da universidade federal e diversas faculdades particulares chegou em determinado período a ser chamada de pólo audiovisual do interior do Rio Grande do Sul. Todos os anos dos cursos de comunicação e artes das faculdades locais lançam novos curtas universitários.

Ainda há uma grande cena na área de teatro, música e artes plásticas devido as faculdades que a UFSM oferece. Mas não é só no meio acadêmico que nascem as produções, elas também vem da periferia que qualificaram diversos profissionais que hoje produzem cultura todos os anos e dos estudantes do ensino médio que estimulados pelos professores, artistas e festivais produzem novos vídeos.

Entre tantos movimentos artísticos…Cinema, música, teatro, artes, literatura sejam nos bares, espaços públicos ou privados, festivais, feiras, eventos.. Fato é que cultura movimenta a economia local. Só na feira do livro da cidade neste ano foram mais de 55 mil livros vendidos.  O valor estabelecido para arrecadação de 2017 pela Lei de incentivo a Cultura de Santa Maria foi de R$ 1.503.300.

E diante desse cenário, não se poderia esperar nada diferente que a preocupação com esse desenvolvimento. Há rumores de que a Secretária de Cultura da cidade pode ser anexadas outras como esportes, turismo, etc.  Se isso ocorrer, a pergunta que fica é esse público leitor, essa cidade que se diz cultura vai aceitar um “combo” de secretarias? E o que de fato isso significará em termos de desenvolvimento e gestão cultural?

Na tentativa de prevenir tal uma PETIÇÃO começou a rolar na internet. (Confira a seguir o que ela diz)

Parece que o desafio dessa gestão que nem se instalou, vai ser começar já se explicando…

  1. Haverá mudança no orçamento destinado a cultura, na Lei de incentivo? Que alternâncias haverão? O  que de fato isso significará no desenvolvimento da cultura local?

Você tem alguma pergunta também? Comente por aqui…

 

A petição:

Por que isto é importante

Circula na imprensa a proposta de reformulação da estrutura administrativa de Santa Maria no mandato do prefeito eleito Jorge Pozzobom e, com isso, há rumores de que a Secretaria de Cultura será fundida com outras pastas. Entendemos que uma cidade se desenvolve pela soma de vários fatores e, para Santa Maria, um desses elementos é a produção cultural, que congrega várias dimensões que perpassam desde a dimensão simbólica à dimensão econômica, com geração de trabalho e renda. É para a defesa da manutenção da Secretaria de Cultura do município como uma pasta independente que elaboramos este documento. Mesmo que a alcunha de “Cidade Cultura” tenha sido instituída pela lei nº 1322/1968, as bases para esta denominação iniciaram no início do século XX. Porém, não queremos fazer um histórico das iniciativas que justificam a cidade como uma referência na produção cultural do Estado e do País.Mas, dada a conjuntura, alguns pontos de ordem burocrática e administrativa devem ser ponderados. A Secretaria de Cultura foi criada em 1990, pela reestruturação municipal sancionada pela lei nº 3266. Já a Lei de Incentivo à Cultura foi criada em 1996 e completa 20 anos de fomento à projetos culturais no município no dia 20 de novembro deste ano. Em 1998, foi sancionada a lei que cria o Conselho Municipal de Cultura. Esses três pontos colocam Santa Maria como uma das primeiras cidades do Brasil a instituir a cultura como um pilar importante dentro da administração municipal. Além disso, a cidade está integrada com a política nacional de cultura, pois possui todos os elementos necessários para se integrar no Sistema Nacional de Cultura, fato que trará com facilidade mais investimentos do Governo Federal. Para integrar o Sistema Nacional de Cultura, o município deve ter, no mínimo, uma Secretaria de Cultura, um Conselho de Política Cultural, um Conferência periódica de Cultura, um Plano de Cultura e um sistema de financiamento. São diversos equipamentos ligados à Secretaria de Cultura e centenas de realizadores culturais. A produção cultural, sua circulação e fruição são direitos garantidos pela constituição. Há diversos grupos e movimentos da sociedade civil que labutam de forma independente fomentando a cultura da cidade, que não se faz somente de eventos, mas de atividades que geram reflexão crítica, que promovem a diversidade, que fortalecem a identidade santa‐mariense, que fazem da cidade um celeiro de ideias e de potencialidades, mas que necessitam de um diálogo com o poder público, este caracterizado em uma secretaria de cultura. Afinal, cultura é tão importante quanto educação, segurança, saúde e infraestrutura. Por esses argumentos, solicitamos a manutenção da Secretaria de Cultura como uma secretaria independente na estrutura administrativa municipal.

Quer assinar? Clique em PETIÇÃO

 

Recentemente a mídia local de Santa Maria-RS, noticiou que o prefeito eleito, Jorge Pozzobom (PSDB) - diferença de apenas 226 votos  em disputa acirrada com o ex-prefeito Valdeci  Oliveira (PT) - deve cortar 10 secretarias das 22 do município, que atualmente possui mais de 260 mil habitantes segundo IBGE. Santa Maria…

User Rating: Be the first one !

Comenta aí... :)

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *