Home / COLABORADORES

COLABORADORES

ALDEMA MENINI MCKINNEY 

 Aldema Menine Mackinney escreve sobre suas viagens ao redor do mundo

Nasceu em propriedade rural no interior do Rio Grande do Sul. Saiu do campo com 15 anos. Foi professora por mais de quarenta anos. É aposentada da UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, onde desenvolveu atividades em pesquisa, ensino, extensão e administração. Trabalhou durante sete anos em Salvador/BA. Elaborou o projeto global da FSBA – Faculdade Social da Bahia. Aldema diz que sempre gostou de viajar “com o tempo, tornei-meandarilha. Escrevo para que meus netos saibam das aventuras, ideias e ideais de sua avó”. Seu blog teve seu início em 2006, que para ela não tem outra pretensão além de estimular familiares e amigos a percorrer “este mundo, redondo, bonito e fácil de andar.”. Entre seu motivos de orgulho, ela afirma “meus filhos, meu trabalho e as árvores que plantei”. Conheça o blog: http://www.correndomundo.blogspot.com.br/


13296051_10202247773153047_310306883_n

 ALEXANDRE SAMIS

Docente do Departamento de História do Colégio Pedro II, autor do livro Negras Tormentas: o federalismo e o internacionalismo na Comuna de Paris. São Paulo: Hedra, 2011.

ANSELMO VASCONCELLOS  

 “Um artista genuinamente brasileiro”
“Um artista genuinamente brasileiro”
Ator brasileiro de cinema, teatro e televisão.
Já participou de mais de cinquenta filmes, entre os quais se destacam: Se segura, malandro!, de 1978, e Bar Esperança, o último que fecha, de 1983, ambos de Hugo Carvana; A república dos assassinos, de 1979, de Miguel Faria Jr., e Brasília 18%, de 2006, de Nelson Pereira dos Santos, entre outros.
Na televisão, participou de telenovelas e minisséries, no humorístico Bronco, exibido pela Band, e atualmente atua no humorístico Zorra, da Rede Globo.

BETO RODRIGUES

(Luiz Alberto Rodrigues) é graduado em História pela Universidade Federal do Rio betooGrande do Sul e pós-graduado em Produção Audiovisual pela Universidade Complutense de Madri. É sócio-diretor da Panda Filmes, produtora e distribuidora cinematográfica brasileira. Atua como roteirista, produtor e diretor. Atuou na realização de 18 longas-metragens e cinco séries para TV. Entre seus trabalhos mais recentes como produtor estão os longas-metragens: “Comboio de Sal e Açúcar” (2015/2016) – co-produção com Portugal e França, selecionado nos Fundos IBERMEDIA, EUROIMAGES e PRODECINE 05, “Em 97 Era Assim” (2015/2016) – Selecionado no Edital B.O. do MINC, “Central” (2015) – Selecionado no Edital do FAC-RS de finalização, “La Tierra Roja” (2014/2015) – co-produção com Argentina e Bélgica, selecionado no INCAA, Fundo de cinema da Bélgica e Prodecine 04, “A Oeste do Fim do Mundo” (2013/2014) – co-produção com Argentina, selecionado no I Edital de Co-produção Brasil-Argentina. Dirigiu cinco documentários em curta e média-metragem: “Rua da Praia Quem Te Viu Quem TV”; “Histórias no Bom Fim”; “Outros Carnavais”; “Amigo Lupi”.

CLARISSA PIPPI

Jornalista, mãe, diretora de empresa, devoradora de filmes argentinos, amadora na arte de viver, apaixonada por ideias, pessoas e coisas.

Diretora de comunicação da Tríplice Assessoria

 

CARLOS GERBASE

Nascido em Porto Alegre, onde sempre morou, é escritor, roteirista e diretor cinematográfico, além de professor universitário. É sócio-diretor da empresa Prana Filme. É formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1980), tem doutorado em Comunicação Social também pela PUCRS (2003) e Pós-Doutorado em Cinema pela Universidade Sorbonne-Nouvelle – Paris V (2010). Atualmente é professor titular da PUCRS, atuando no Curso Superior de Tecnologia em Produção Audiovisual (graduação) e nos Programas de Pós-Graduação de Comunicação Social e Letras (Escrita Criativa). Começou sua carreira cinematográfica no final da década de 70, na bitola super-8, com a qual realizou o longa-metragem “Inverno”(1983), vencedor do Festival de Gramado em sua categoria. Seguiram-se diversos trabalhos em 35 mm, entre os quais o longa “Verdes Anos” (1984) e o curta “Deus Ex-Machina”(1996), vencedor de 11 prêmios em Gramado e de uma menção honrosa no Festival de Clermont-Ferrand, na França. Mais recentemente, escreveu e dirigiu os longas de ficção “Tolerância”(2000), “Sal de Prata”(2005) e “3 Efes”(2007), além do documentário “1983 – O Ano Azul” (2009) e do longa-metragem “Menos que Nada” (2012). Na televisão, escreveu diversos roteiros para a Rede Globo, com destaque para as minisséries “Memorial de Maria Moura”, “Engraçadinha” e “Luna Caliente”. Roteirizou e dirigiu programas para a Globo (“O comprador de fazendas”, na série “Brava Gente”) e para a RBS-TV (“O amante amador” e “Faustina”, na série “Contos de inverno”). Como escritor tem quatro trabalhos de ficção (dois volumes de contos e dois romances) e três obras ensaísticas na área do cinema (tecnologias digitas, direção de atores e iniciação à realização cinematográfica). Em 2013, participou do projeto “Primeiro Filme”, em que ministrou oficinas de capacitação para professores (ensino fundamental e médio), tendo como base seu livro didático “Primeiro filme: descobrindo, fazendo, pensando”. No segundo semestre de 2014, foi curador da exposição “Moacyr Scliar, o centauro do Bom Fim”, que levou mais de 100 mil visitantes ao Santander Cultural, em Porto Alegre, e foi destacada pela imprensa como um dos principais acontecimentos culturais do ano. Entre 1983 e 2002, foi membro – como baterista e depois vocalista – da banda de rock “Os Replicantes”, que lançou quatro discos no período. Fundou a Invideo Produções Cinematográficas em 1984, ao lado de Luciana Tomasi. Fundou a Casa de Cinema de Porto Alegre, em 1987, e foi seu sócio até 2011. Em outubro de 2011, criou a Prana Filmes, tendo como sócia a produtora Luciana Tomasi.

DANIEL GABARDO
Produtor audiovisual e cultural, atua no Rio Grande do Sul colaborando com projetos em cinema, televisão, teatro e shows musicais. Como músico, fez parte de diversas bandas cover e autorais, atualmente desenvolvendo trabalho de discotecagem e pesquisa em música negra norte-americana e suas vertentes. Na Rede Sina vai publicar textos livres e bem humorados, buscando um olhar menos careta sobre o cotidiano.

EDSON

EDSON KAH – MÚSICA

Certificado em Inovação em Projetos Culturais, Laboratório Sociocriativo e Empreendedor Individual e comunicador da Rádio Armazém onde apresenta de segunda a sexta o programa Mercearia às 14:00h no site radioarmazém.net

Fabrício Duque

FABRICIO DUQUE, jornalista e crítico de cinema. Um dos autores e criadores do Vertentes do Cinema. Se define como “Um jornalista apaixonado por cinema que resolveu criar um espaço com o objetivo de mostrar subjetividades a quem também é louco por filmes. Aqui se encontra o passaporte, não pretensioso, nem arrogante, ao mundo da cinefilia. O leitor é respeitado e encontrará uma nova opinião sobre a sétima arte com muita informação, dicas, estreias, especiais, curiosidades, entrevistas, vídeos e a análise detalhada dos filmes propriamente ditos. É um meio para segmentar e trocar informações.”

FELIPE HENRIQUE GONÇALVES

Paulistano, 34 anos. Doutorando em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC (UFABC), mestre em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012), sob o título “Democracia e Socialismo nos debates do Partido dos Trabalhadores (1987-1991), pós-graduado (Lato Sensu) em Sociologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP (2008), licenciado em História pela Universidade Bandeirantes – UNIBAN (2006) e graduado e licenciado em Ciências Sociais pelo Centro Universitário Fundação Santo André-CUFSA (2005). Possui 12 anos de experiência como docente e realiza estudos nas áreas de Sociologia, Ciência Política e História Contemporânea, História do Brasil República e Economia Política, atuando principalmente nos seguintes temas: democracia, cidadania, direitos humanos, partidos políticos, neoliberalismo, desenvolvimentismo, financeirização e marxismo. É militante político-social na defesa dos direitos humanos e dos interesses da classe trabalhadora. Considera-se um cinéfilo, garimpeiro de músicas e da cultura latino-americana no geral.

Giulia Pegna

Nasceu em13081822_1095597657129970_1476646448_n Alexandria, no Egito. Chegou no Brasil com seus pais, em São Paulo, aos 3 anos de idade. Formada em jornalismo pela Casper Líbero, trabalhou no “O Estado de São Paulo” em SP e no “O Globo” no Rio. Escreveu textos para a revista Visão juntamente com Wlado Herzog. Especializada como professora de francês em Sèvres, França e Auditora da Qualidade. Trabalhou durante 10 anos na Floresta Amazônica, como Coordenadora da Qualidade e em 2014 até maio de 2015, no México. Atualmente reside em Salvador-BA e administra o próprio café ConVerso.

GUGA – GUSTAVO ROCHA GUGA
Gustavo Rocha ou “Guga Rocha” como é conhecido e gosta de ser chamado é natural de Santa Maria/RS. Estudou Ciências Sociais na UFSM, focando mais na Antropologia.
Nosso novo colunista é apaixonado por assuntos que envolvem moda, como sentido de expressão e comunicação. O cara também é muito ligado em música, principalmente eletrônica, porém não dispensa um bom samba de raiz e adora dançar até pingar.
Guga também simpatiza com as causas de diversos movimentos sociais, onde tem se engajado ultimamente, como militante no combate contra o racismo, o machismo e a homofobia.
Atualmente ele é comissário de voo e semanalmente, Guga aterrissará aqui na página da REDE SINA, fazendo algumas abordagens sobre o universo que envolve a moda masculina.

GUIDO BRASIL

Ator, escritor e roteirista.
Autor do romance Bizarros e Solitários, editora Organograma, 2014

Ator e roteirista da web série “As Ideias de Senhor e Senhora Alguém”, 2008-2014.
Diretor e roteirista do curta-metragem“O Namorado”, curta-metragem, 2015.

HÉRCULES XAVIER

Seguindo o ideal suassuniano de fotodeperfilcultura (missão, vocação e festa) desde 2007, sou um entusiasta sobre o tema. Organizo e mantenho o blog poemia.wordpress.com onde faço ‘colagens’ com tudo que gosto. Como vocação inata, o gosto por dar aula, tendo me formado em licenciatura em filosofia pela UniRio. Avancei para o mestrado em patrimônio cultural (IPHAN) e também uma pós em produção cultural, naquela paixão motivadora, onde dedico-me com total afinco. Às vezes arrisco e componho um poema ou dois, como quem ouve e fala pela necessidade do divino.

jhony abreu

Johnny Abreu

Publicitário. Formado em Administração de Empresas pela GV, Direito pela PUC e publicidade e marketing pela ESPM. Foi diretor de mídia em agências como Age, DM9 e Ogilvy e diretor comercial da Conspiração Filmes.

 

João Heitor Silva Macedo

Possui graduação em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal de Santa Maria (1996) e Mestre em História, área de concentração Arqueologia, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1999), é doutorando do Programa de Pós-Graduação em História da UFSM. Desenvolve suas atividades como professoras do Magistério público estadual do Rio Grande do Sul atualmente na Escola Estadual Ensino Médio Cilon Rosa em Santa Maria. Atuou como Coordenador Pedagógico na 4ª CRE em  Caxias do Sul (2011-2012), participou do Núcleo de Educação Indígena da SEDUC-RS (2011-2012), foi professor da Faculdade da Serra Gaúcha em Caxias do Sul (2008-2012), atuando nos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Direito.  É diretor do Museu Comunitário Treze de Maio em Santa Maria, o qual também é co-fundador. Foi Presidente do Conselho Municipal de Cultura de Santa Maria (2014-2015) e também Conselheiro do mesmo no seguimento Patrimônio Histórico (2013-2015), foi Coordenador do Sistema Municipal de Museus (2013-2015), foi conselheiro de cultura em Caxias do Sul. Foi membro da Subcomissão da Verdade da Escravidão OAB-RS. Tem trabalhos publicados na área de arqueologia, história direito, administração, história e patrimônio. É militante do Movimento Negro e sindicalista.

LUIZ ALBERTO SANZ

LUIZ ALBERTO BARRETO LEITE SANZ – ARTIGOS DIVERSOS
Pesquisador independente em Educação, Comunicação Social e Artes do Espetáculo. Professor 13045540_10202122227494484_233987780_nTitular aposentado da Universidade Federal Fluminense. Foi coordenador editorial da revista libertária “letra livre”, é colaborador da “Revista da Educação Pública” (eletrônica) da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro e membro fundador da Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas (ABRACE). Foi, em sua vida profissional, jornalista, cineasta, educador, diretor de espetáculos, técnico cinematográfico e estivador. Exerceu suas funções em Brasil, Chile, Suécia e República da Guiné (nesta, como consultor da UNESCO na área de Comunicação em Matéria de Educação). No Jornalismo, passou por quase todas as funções, mas destacou-se sobretudo como critico teatral (Jornal do Commercio – RJ e Última Hora) e cinematográfico (Última Hora e Rádio MEC), repórter e comentarista cultural e político (Letra Livre, Revista da Educação Pública, Jorna1 de Brasília e Rádio MEC). Na vida sindical, foi Secretário- geral e Presidente do Sindicato de Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diverão do Estado do Rio de Janeiro, na gestão 1981/1984 e, como representante do SATEDERJ, membro da Executiva lntersindical do Rio de Janeiro (1981/1984) e da Executiva do Conselho Nacional das Classes Trabalhadoras – CONCLAT (1983-1984). Como administrador cultural, foi Diretor do Centro Nacional de Rádio Educativo Roquette- Pinto/Rádios MEC (1994); Superintendente Cultural da Embrafilme (1983/1984); membro do Conselho Diretor (1977-1978) e Secretário de Informação (1978-1979) de FilmCentrum (cooperativa de cineastas independentes e animadores cinematográficos), Suécia.
OBRAS PRINCIPAIS / LIVROS: “Procedimentos metodológicos: Fazendo caminhos”. Rio de Janeiro: Senac Nacional, 2003; “Dramaturgia da Informação Radiofônica”. Rio de Janeiro: Editora Gama Filho, 1999; FILMES: “Soldado de Deus”, de Sergio Sanz. (Pesquisador e co-roteirista). Rio de Janeiro: J. Sanz, 2004. “Carnaval: Tradição, beleza e trabalho” (criador e co-roteirista, em parceria com Valéria Campelo, da série de cinco documentários). Rio de Janeiro: Senac Nacional, 1999. “No es hora de llorar/Não é hora de chorar” (parceria com Pedro Chaskel). Santiago do Chile: Universidade do Chile, 1971. [Premiado com a Pomba de Ouro no Festival de Leipzig de 1971; “Kommunicerande karl/Vasos comunicantes” (parceria com Lars Säfström). Estocolmo: Instituto de Cinema da Suécia, 1981. [Premiado com a Menção Honrosa no Festival de Leipzig de 1983] ESPETÁCULOS: “O Amor e seus duplos” (orientador e roteirista). Rio: Cia. Helenita Sá Earp/UFRJ, 2001; “Aline, Luli e Lucinha” (Diretor). Rio de Janeiro: Funarte, l981; “Filo porque qui-lo”, de Aldir Blanc, Gugu Olimecha, Maurício Tapajós e Fátima Valença (Diretor). Rio de Janeiro: Saci Produções, 1971. RADIO: “Tião Parada, o Rei da estrada” (co-criação do projeto, em parceria com Luciana Medeiros e Rosa Amanda Strausz da série dramática infantil e roteirização de alguns). Rio de Janeiro: IBASE/Rádio MEC, 1996. “Verso e Reverso – 2ª fase” (Produção e Criação da Série de 12 programas, e roteirização de dez). Rio de Janeiro: Rádio MEC/Educar, 1990.

mano1

MANO MELO – DIVAGAÇÕES

Poeta e ator, roteirista para cinema e vídeo. Desde 1979, quando retornou ao Brasil após viajar por dez anos através do mundo (América Latina, Europa, Ásia e África), tem interpretado seus poemas em teatros, bares, centros culturais, universidades, escolas, eventos e congressos literários, até mesmo praças e praias, no Rio de Janeiro e muitas outras cidades.

14249050_1145642305492925_25443488_nMARCELO VALLE – CRÔNICAS

É fotógrafo, comunicador e deseducador. Mestre em Comunicação, na linha de pesquisa em Mídia, Cultura e Produção de sentido. Desde 2000 trabalha em diferentes projetos sociais em comunidades de baixa renda, tanto na área rural quanto urbana. Participou de diferentes projetos centrados nas possibilidades e usos de diversas mídias (vídeos, cinema, fotografia, jornais e rádio) nos processos de aprendizado, unindo comunicação e educação, incluindo uma interação e troca de conhecimentos com profissionais de diferentes áreas, psicólogos, antropólogos, cientistas sociais, educadores, cineastas, para elaboração de conteúdo, metodologias e formas de avaliação. Atualmente coordena o Núcleo de Cultura, Ciência e Saúde do Instituto Nise da Silveira no Engenho de Dentro, Rio de Janeiro.

marcelo-cabala-4MARCELO CABALA – MÚSICA
É Dj de música brasileira, radialista, fotógrafo, agente cultural, midialivrista. Apresenta toda segunda às 20h o Brasil de Todos Os Sons naRádio Armazém 

***

 

 

MARILICE DARONCO11100007_1034982769881170_1008744828_n

Jornalista, formada pela Universidade Federal de Santa Maria, onde cursa mestrado em Comunicação. Foi trainee de Ciência e Saúde da Folha de S. Paulo. Possui especialização em Cinema pelo Centro Universitário Franciscano. É autora do livro O Nosso Cinema Era Super, sobre a produção na bitola nanica. Participou de equipes locais de produção de curtas-metragens e do longa Manhã Transfigurada, de Sérgio de Assis Brasil.

 

 

Foto: Ingrid Trindade

Natália Parreiras nasceu em Carazinho, Rio Grande do Sul e mudou-se ainda criança para o Recife. Formou-se em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco e por cinco anos lecionou Redação Argumentativa na capital pernambucana. Publicou “Inverno versos” (2002), “Épura prosa amorosa – em 9 atos e 3 dimensões” (2008), “Ócio criativo: uma poética dirigida em poemas ao acaso” (2008) e “O livro que não escrevi” (2014). No Rio de Janeiro, nos últimos oito anos assinou a produção executiva do “Corujão da Poesia”, a única vigília semanal de literatura e arte da América Latina, comandada por João Luiz de Souza e Jorge Ben Jor.  É idealizadora do “Flagrante Poético”, que estimula jovens a compartilhar poesia através da imagem via twitter. Fundou o “Brazil Poets Society – organização de jovens brasileiros que tem por objetivo a difusão da escrita e da leitura por intermédio de cartas virtuais pelo aplicativo americano Lettrs, a partir do qual co-organizou o livro Poetguese: A utopia por um mundo de palavras, em edição bilíngue – inglês/português, publicada em Nova Iorque –, que reúne poemas de 84 jovens de 16 estados brasileiros. Atualmente, conclui sua Especialização em Literatura, Arte e Pensamento contemporâneo pela PUC-Rio e prepara seu próximo livro, “Quinta Estação – Poemas e Paragens”.

foto_rosto_sina

PAULO CABRAL, é jornalista há 20 anos com grande experiência na cobertura internacional. Atualmente é correspondente no Brasil da CCTV News, o canal internacional de notícias em inglês da TV chinesa. Já foi correspondente da BBC News no Brasil e da BBC World Service em Washington DC (EUA) e no Cairo (Egito) além de apresentador, em Londres, dos programas em português de rádio da emissora britânica. Também foi âncora na Rádio BandNews FM e repórter do jornal O Estado de São Paulo e da Agência Folha.

PAULO LUDMER
Paulistano, Jornalista, Engenheiro, Professor, Consultor.
Colunista do DCI do canal energia e da eletricidade moderna.Professor de pós de engenharia da Fei PUC e do Mackenzie. Conselheiro de economia sociologia e política da Fecomercio SP, de energia da associação comercial de SP, de economia da ACS, membro do conselho estratégico de energia da American Chamber SP. Esteve presente no conselho mundial de energia desde 1989.
Secretário geral da interage eleito em 2006 em Bogotá. Membro da International Federation of Industrial Energy Consumers em Genebra e Bruxelas de 86a 2006.
Escritor. www.pauloludmer.com.br
Paulo Sérgio Miranda Uchoa
Natural de Belém, nascido em 02 de agosto de 1964, o primeiro filho de Raimundo Marques Uchoa e Ivete Miranda Uchoa. Ainda gitinho rumou de trem para Capanema onde passou os dois primeiros anos da vida. Dali rumou com os pais para Santarém, onde passou a infância nas beiradas do Tapajós e do Amazonas. De volta a Belém aos 12 anos fundou seu primeiro grupo musical onde tocava violão e compunha as músicas e letras. Dali atreveu-se nos festivais de música onde venceu alguns como o do SESI, SESC, Carajás, Marabá, Santarém, Ourém. Participou de programas como o Empório Brasileiro de Rolando Boldrin na TV Bandeirantes; Som Brasil com Lima Duarte na TV Globo e Programas locais na TV Cultura. Possui cerca de 30 composições gravadas com artistas locais e um CD Gravado intitulado Tambores do Caeté retratando Bragança do Pará. Foi editorialista do Jornal O Público por cerca de 2 anos e do Jornal Livre por 8 meses. Possui um livro escrito e editado denominado “Introdução à História do Material de Construção em Belém” (SINDMACO) e vários artigos científicos publicados em periódicos universitários. Formado em Serviço Social, também possui formação na área de Planejamento Estratégico e Comunicação, tendo sido professor do Departamento de Politicas e Trabalhos Sociais da UFPA por 14 anos. Também exerceu funções públicas como: Agente Distrital de Mosqueiro, Diretor de Planejamento da Secretaria de Economia de Belém, Secretário de Comunicação de Parauapebas, Secretário de Comunicação de Bragança, Secretário de Planejamento de São João de Pirabas. Hoje é consultor da UNILAF – Universidade Livre da Agricultura Familiar e Associação Gileade.

POLIANA PAIVA

Poliana Paiva é formada em Cinema e em Teatro. Roteirista e atriz, já escreveu programas de auditório, de revista e de ficção, além de seus 4 curtas. Tem um canal no Youtube ‘Tudo sobre Jasmine’, onde escreve, atua e dirige. Volta e meia faz participações em esquetes do Porta dos Fundos e do Anões em Chamas. É integrante do coletivo Clube da Leitura e tem um Instagram poético, ‘Romanticuzinhos’, que também está no Facebook.

 

RAFAEL LEAL – SOBRE ROTEIROS
Roteirista, professor de Roteiro Cinematográfico na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUCRJ. Formado em Cinema pela Universidade Federal Fluminense – UFF, mestrrafaelle em Artes da Cena Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Desenvolve conteúdo para televisão e cinema, como as séries “Paixão Futebol Clube” (Raccord Filmes), vencedora do Edital de Desenvolvimento de Projetos de TV 2012 da RioFilme; “Comando Cruzeiro do Sul” e “Perdidos”, selecionada pelo Programa Globosat de Desenvolvimento de Roteiristas. Escreveu os longa-metragens “Rio dos Mortos” (comédia), “Doce Irmã” (documentário) e “O Carrasco” (drama). Como roteirista da Giros Interativa, criou as séries “As Pandoras” (infanto-juvenil), “Lava Jato” (comédia), “Vida Real” (comédia), além de ter adaptado para a televisão os romances “O Senhor do Lado Esquerdo”, de Alberto Mussa, e “Ladrão de Cadáveres”, de Patricia Melo (adaptado como “Corumbá”). Corumbá e Vida Real integram a Carteira de Projetos vencedora do Edital PRODAV 3 – Núcleos Criativos 2013/2014. Recentemente, escreveu as séries “Canta pra Subir” (Migdal – GNT), “Sistema Solar” (República Pureza – GNT) e “As Canalhas – 3a Temporada” (Migdal – GNT), além de ter criado a série “Jungle Pilots” (Giros – Tambellini Filmes – NBC-Universal). Presta consultoria para o Núcleo Criativo da Miração Filmes, entre outras produtoras.
BLOG: http://www.rafaelleal.com/

RENATA SCHNEIDER 
ReSchneidere 34 anos, natural de Santa Maria, chegou ao Rio de Janeiro, em maio de 2003. Formada em nutrição, mestre em saúde pública pela Fundação Oswaldo Cruz, doutora em políticas públicas, estratégias e desenvolvimento pelo Instituto de Economia da UFRJ, dreconhecimento_ReSchneideresde 2012 atua como analista em Ciência e Tecnologia na Fundacentro, instituição vinculada ao Ministério do Trabalho, responsável por pesquisas e disseminação de conhecimento na área de segurança e saúde do trabalho no Brasil. É também professora de administração aplicada à engenharia de segurança do trabalho e em outubro de 2015 foi homenageada em Coimbra – Portugal, recebendo o título de Assessora para assuntos acadêmicos da Academia Brasileira de Engenharia de Segurança do Trabalho. Palestrante reconhecida pela sua preocupação com a qualidade de vida no ambiente laboral atua ativamente como distribuidora independente da Jeunesse Global[1], desde que estudou a fundo o modelo de negócios que proporciona que as pessoas tenham a oportunidade de trabalhar com qualidade de vida e, especialmente, ganhando uma condição de saúde de excelência devido ao sistema de aprimoramento da juventude, linha de produtos de alta tecnologia voltados ao rejuvenescimento. Em 01 de junho, tornou-se a mais nova Safira da empresa e ganhou um bônus promocional de avanço de título de R$ 18.000,00, com apenas 9 meses de trabalho.

ROSSANA CANTARELLI ALMEIDARossana_livro_foto
É gaúcha de Santa Maria, tem 42 anos. Advogada e Analista Jurídica da Procuradoria Geral do Estado. Casada com Marcelo há 9 anos. Mãe do Cassio, 5 anos; madrasta do Arthur, 15 anos.
Mesmo quando tudo parecia perfeito em sua vida, alguma coisa a angustiava. Sem saber direito o que era, e em confidências com seu marido, ele lhe disse uma noite: apaixone-se por você!
E foi então que Rossana começou a escrever. Sua história foi tomando forma; personagens, diálogos, dramas iam surgindo na sua mente. Até que nasceu “Apenas Respire – Rock e perfume: paixão no ar”, seu primeiro romance, publicado pela Editora Multifoco e lançado em junho de 2016. Já tem outros dois livros escritos, à espera de publicação.
Agora é colunista do site Rede Sina, com a coluna quinzenal “Contos dos Cantos”, onde escolherá uma música e escreverá um conto embalado por ela.
Encontre o livro da autora em: http://editoramultifoco.com.br/loja/product/apenas-respire/ Também à venda na livraria Athena em Santa Maria.

TADANY CARGNIN DOS SANTOS

tadanyTadany é um cidadão global formado em Administração de Empresas pela UFSM. Já trabalhou em muitos países ao redor do mundo e, atualmente, é Gerente de Globalização na IBM Índia. Ademais, por 3 anos, ele também estudou Advaita Vedanta num monastério nos Himalayas (Índia) com o Swamy Dayananda Sarasvati (www.dayananda.org). Tadany também é poeta, escritor, palestrante, orientador espiritual, praticante de yoga e uma alma repleta de alegria, inspiração, curiosidade, gratidão e amor.
www.tadany.org
www.facebook.com/tadanycargnindossantos

TAVINHO PAES (1955- …macro microBiografia semicompleta)
– aquário, ascendente aquário, lua em escorpião – carioca, botafoguense por causa  de Mané Garrincha – 59 anos
– estudou Economia (1972-1976), Filosofia (1977) na PUC-RJ (não se formou em nada – nunca ganhou nem concorreu a prêmio nenhum)
skills: poeta em tempo integral; escritor nas horas vagas; jornalista do contra;, webmaster por circunstâncias (desde 1991 – técnico em BBS, Access e Apache), trabalha com vídeo desde 1980 –  editor produtor, diretor; comediante (ator, não); roteirista enquanto contador de estórias reais); e anarquista (graças a deus)!

Poesia: Para esta edição da FLIP, apresenta + de 120 booklets e panfletos, realizados desde 1976, sempre em produção e distribuição independente título em destaque: O Travesti Bossal (1978); Trilogia da Paixão Inventada, Palanque Punk; Cinemix; A Cinderela Descalça; Lixo de Luxo; Ingênuo Gênio (em lançamento);  …desde 2004 experimenta formatos multimídia para livros: audiobooks (TAWHISKY GUERRA – Ed. NossaCultura – Curitiba 2009), audiocardbooks (Mobile Ping Pong – iMusica – Flip 2010) e audiovisualbooks como MnemoMix (2005), psychoPop (2009)  PoetryFilms apresentados no Zebra Poetry Film Festival de Berlin nas edições de 2008/2010/2012/2014).
Lançando o audiobook MAD MADALENA no 4º ano do evento poeMatrix à La Luna, na.
Fundador do grupo poemaTerror (1976), com Demétrio Gomes e Torquato de Mendonça, responsável por eventos de interferência em circuitos como conferências e palestras e intervenções urbanas;
Fundador adjunto  do Cep 20.000, com Chacal, Carlos Emílio Lima e Guilherme Zarvos (1991;
Diretor e Produtor poemaShow (2003/2005) em parceria com o poeta Ricardo Ruiz de Muniz;
Diretor e produtor do evento Semana Cultural de Santa (2005), Diretor e Produtor do Festival Poesia Voa – Festival Internacional de Poesia do Circo Voador (2005/2006) em parceria com Bruno Cattoni e Maria Juçá; Diretor e produtor do evento cinePoema; em parceria com Marcelo Gibson (2006-2007)
Diretor e produtor do evento SOLOnoSUBSOLO  – Cineclub multimedia (2008), Diretor e produtor do evento AstroLab – Cineclub multimedia (2008), Diretor e produtor do evento KINECLUBB, em parceria com Karla Sabah (2010/2011), Diretor e produtor do evento aFUNDAÇÃO, e do grupo Mobile Ping Pong), em parceria com Arnaldo Brandão e Betina Kopp (2009/2013), Diretor e produtor do evento CineMix – alive webcam mix; em parceria com Arnaldo Brandão e Beatriz Provasi (2010/2012).
Diretor e produtor dos evento KINOCLUBB;  concebido após treinamento em Berlin, no Litteraturwekstatt programm e Gestalten TV (http://www.gestalten.tv), Diretor e Produtor do WOMEN in RIO – Female Emotional Intelligence Fórum; 2006. Curador e Produtor do evento Voz à Vossa – com Marcela Spérandio e Cecília Spyer; 2016/17.
vide: https://www.facebook.com/vozavossa/

Música: + de 250 registros gravados por artistas como: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Gal Costa, Marina Lima, Marisa Monte, Rita Lee, Lulu Santos, Lobão, Skank, Ney Matogrosso, >> parceiro/amigo de Arnaldo Brandão desde 1982 –são 32 anos! Como são dois artistas autênticos, nunca brigaram! Sucessos de rádio: Totalmente Demais, Linda Demais,  Radio Blá, Gata Todo Dia, Sexy Yemanjah (abertura da novela Mulheres de Areia), etc… Produziu trilhas musicais para filmes como Navalha na Carne (Prêmio JB-1997) e Luzia Homem, entre outros. Atualmente, é autor junto a Brandão e Mônica Millet do tema de abertura do DOCx BRASIL MÍSTICO,  em cartaz na Globosat, às 22:30h.
Dirigiu Video-Clips para MTV para artistas, direção e montagem do docx H.O.N.Y. (Hélio Oiticica in New York), em parceria cok Marcos Bonisson – Premio Osaka Art Festival (1990) e destaque da amostra H.O – PS1 (New York – 1988); Criou e Dirigiu musicais para a Mutante Night-Club como: O Corôa & A Gatinha e Aquele Beijo que eu te dei. (2001/2002 … Fundador da Gravadora INDIE Records (1996)junto com Liber Gadelha… Jornalismo: Escreveu textos para todos os grandes jornais do eixo Rio-São Paulo e colaborou com vários jornais de outros estados por períodos regulares. Editor de O PASQUIM, entre 1985/86 e da revista cultural RioCapital (1998). Editor do jornal poemaShow (2005/2006) Colaborou com os jornais Él Clarin (Argentina) e O Mundo Português (Portugal) – 1999-2001. Pertenceu ao quadro de articulistas de independentes como OPINIÃO (1977), Bondinho(1975), Jornal de Ipanema (1979), O NACIONAL (1985), entre outros. Colabora com jornais eletrônicos, tendo sido editor dos extintos Cult Link e PasquiNet. Cinema: Participou de filmes como: Rio-Babilônia; A Idade da Terra; Terror & Extase; O Segrêdo da Múmia e Luar sobre Parador. Trabalhou em parceria com Chacal como Roterista para o programa Juba & Lula, TV Globo. Dirigiu e Produziu com Marcos Bonisson o documentário HONY (Hélio Oiticica in New York), docx H.O.N.Y. (Hélio Oiticica in New York), em parceria cok Marcos Bonisson – Premio Osaka Art Festival (1990) e destaque da amostra H.O – PS1 (New York – 1988); Artes Plásticas: exposições individuais:  Presentes Contínuos (1976), Macro-Fanzines (1989), Eletro-Zines (2002), MiniLivros anos 70/80 (Bienal de São Paulo – 1996).
Performances: Rimbauds Efêmeros (1977), VT-JAM-TV (1986), TV DADA Show (1978), web skills

Vadson Schafer também sonha e luta pela revitalização da Gare – antiga Estação Férrea de Santa Maria. Ele acredita que o local deve ser um ponto de cultura e gastronomia. Foto: Gabriel Haesbaert

14886158_10154640889264509_759330148_n

 

 

VADSON SCHAFER
Empresário, empreendedor em Santa Maria-RS. Proprietário da Coyote Original Food, produtora de eventos na área de gastronomia. Atua nesse mercado desde 2001. De lá pra cá teve bares, café, restaurantes. Como empreendedor investiu em outras áreas como tvs de lds, rádio online, marketing digital, etc. Depois de alguns anos longe da gastronomia, Schafer volta trazendo cursos com especialistas de primeira do setor e recentemente realizou parcerias com a empresa Ambient 360. Acompanhe também em: https://www.facebook.com/CoyoteOriginalFood/ ou https://www.instagram.com/vadson

 

ALDEMA MENINI MCKINNEY  Nasceu em propriedade rural no interior do Rio Grande do Sul. Saiu do campo com 15 anos. Foi professora por mais de quarenta anos. É aposentada da UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, onde desenvolveu atividades em pesquisa, ensino, extensão e…

User Rating: Be the first one !

Comenta aí... :)

comentários

CLIQUE AQUI PARA IR A FAN PAGE DA REDE SINA