Home / EVENTOS / arte

arte

Confissões da Morte, por Tadany

Num daqueles inesperados momento da vida, a morte bateu à minha porta e, ao abrí-la, ela extravazou seus mais íntimos sentimentos, os quais me deixaram pasmos, mas não por suas esperadas demonstrações, e sim por ela compartilhar sua intimidade de uma maneira inesperada. Eis a beleza deste texto.     …

Read More »

Nostálgicas dúvidas, por Tadany

O passado, quando revisitado, nos transporta a um mundo de pensamentos, divagações e análises que, frequentemente, definem quem somos hoje. Este poema navega em nostálgicas dicotomias vivenciadas outrora…   Nas nostálgicas dúvidas Que as vezes permeiam a cognição Algumas lembranças são mágicas, outras fétidas Umas esperança, outras desolação Algumas foram …

Read More »

Digo, Te Amo, por Tadany

Um romântico e belo poema de amor, sobre o amor, para o amor…   Sempre que digo te amo Também estou matando meus medos Um amor que enfrenta minhas batalhas internas, mas sem engano Onde ainda receoso, te confesso meus segredos   Creio que aprendi a dizer te amo Ao …

Read More »

A noite cai, por Tadany

Toda noite é uma viagem de fenômenos naturais, sentimentos humanos, sentidos aguçados e acontecimentos diversos. No poema abaixo, viajamos por este belo mundo…   A noite cai, cantando As luzes aparecem, iluminando As pessoas se encontram, amando As estrelas surgem, brilhando Os jantares são servidos, saciando A lua se exalta, …

Read More »

Caleidoscópio, por Tadany

Uma viagem pelas distintas, às vezes discordantes, possíveis caminhadas humanas. Uma profusão de cores sobre a vida… Escute o poema no vídeo abaixo:   Caleidoscópio  Existem as buscas individuais Alguns procuram o infinito Outros, no escuro, são um intenso grito Existem os que superam seus limites Outros se implodem, descontrolados …

Read More »

Lembranças de Maria Herte por SUSANE KOCCHANN

Foi a partir de fotografias de seus filhos que Maria Herte realizou uma série de gravuras em metal e litogravuras intitulada LEMBRANÇAS. Natural de Santiago, Maria é radicada em Santa Maria e trabalha com gravuras desde 2012. Através de um processo investigativo Maria encontrou liberdade para explorar possibilidades de técnicas …

Read More »

Às vezes, por Tadany

A dualidade de opções e caminhos que a vida proporciona é infinda e neste belo poema é possível viajar por muitas destas sendas e caminhos… Escute o poema no vídeo abaixo:   Às vezes   Às vezes, sigo certeiramente o caminho Outras tenho sentimentos tortuosos, estagnante redemoinho Às vezes, desejo …

Read More »

“Missão/Missões – Como construir uma catedral” obra de Cildo Meireles por SUSANE KOCHHANN

Cildo Meireles surgiu como artista em meados dos anos 60, transitando entre a produção neoconcreta no Brasil e a arte conceitual internacional. Suas obras apresentam, ao mesmo tempo, a liberdade de formas, o rigor de concepção e um sólido conteúdo ideológico em uma época onde os artistas latino-americanos se mostram …

Read More »

O Vale das Frivolidades, por TADANY

  Às vezes, cruzo por certos vales de frivolidades, habitados por fantasmas que se assemelham à pessoas. São imagens reais, apesar de parecerem ilusórias, mas também são apavorantes, pois possuem certos desvarios que, em seus habitats, são amplamente aceitos como parte do modus vivendi local. Entre estes disparates, os mais …

Read More »

Provérbios do Cimo da Montanha, por TADANY

  No cimo da montanha o silêncio é tão profundo que torna-se revelador. Então, o jovem subiu ao topo para conectar-se com a natureza e, na paz e na harmonia, a natureza se abriu e revelou sábias palavras ao receptivo jovem. Escute esta pérolas naturais no vídeo abaixo.     …

Read More »